Vamos falar sobre Buracos Negros?

Você sabe o que é um Buraco Negro? Buracos Negros são estrelas que entram em colapso sob a própria gravidade e produzem forças gravitacionais tão intensas que nem mesmo a luz é capaz de escapar. Isso acarreta na  distorção do espaço-tempo. O fenômeno foi comprovado em 2016 com a descoberta das ondas gravitacionais previstas pela Teoria da Relatividade de Albert Einstein, mas ainda não existia prova material.

Essa semana, astrônomos apresentaram a primeira imagem já registrada de um Buraco Negro. O feito é um marco na física!

A divulgação ocorreu em um evento organizado pela Fundação Nacional de Ciência dos Estados Unidos e por representantes do projeto “Event Horizon Telescope”, que é uma rede de radiotelescópios espalhados pelo planeta. 

Devido à distância do buraco negro da Terra, cerca de 50 milhões de anos luz, e o tamanho, 40 bilhões de quilômetros de diâmetro, cerca de 6,5 bilhões de vezes maior que o Sol, foi necessário utilizar uma técnica chamada interferometria – astrônomos combinaram os observatórios para que eles funcionassem como um só e fosse do tamanho da Terra. 

A captação da imagem foi possível ao observar o disco de ecreção, um tipo de estrutura formada pelo movimento orbital ao redor de um corpo central. Perto do Buraco Negro, a formação do disco fica tão quente que chega a emitir luz. Com isso, os pesquisadores fizeram simulações de 420 cenários físicos diferentes e elaboraram um cronograma de observação e compararam as imagens obtidas com as previstas.

Os resultados do “Event Horizon Telescope” foram descritos em seis artigos publicados essa semana em um número especial da revista The Astrophysical Journal Letters. O desafio agora é obter a primeira imagem do Buraco Negro supermaciço Sagitário A, localizado no centro da Via Láctea.

Você deve estar logado para publicar um comentário.