O consumo consciente e o Lixo Zero

A quantidade de lixo produzido diariamente é um dos mais sérios problemas da sociedade no mundo. A produção em escala industrial, aliado ao aumento da expectativa de vida, intensificou de forma descontrolada o que chamamos de consumismo. Consumindo mais, retiramos mais matérias-primas da natureza, geramos mais embalagens e gastamos mais energia.

Atualmente, produzimos 2,12 bilhões de toneladas de lixo no mundo, por ano. 

O Brasil, por exemplo, é o 4º maior produtor de plástico do mundo, sendo que reciclamos apenas 1% do material produzido. Já com o lixo eletrônico, somos o 7º maior país produtor do mundo com cerca de 1,5 milhão de toneladas / ano, e reciclamos apenas 3% desse montante. A boa notícia vem do alumínio: reciclamos 97,7% das nossas embalagens e temos o recorde mundial de reciclagem de latas de alumínio há 10 anos consecutivos. 

O consumo consciente, a educação ambiental e os esforços governamentais são fundamentais para começarmos a reduzir a quantidade de lixo produzido e melhorar os números de descarte correto.

A filosofia Lixo Zero já é uma realidade em países como a Itália, por exemplo, onde 270 cidades já alcançaram a meta. São Francisco, nos Estados Unidos, está com 87% do objetivo em dia. Aqui no Brasil, Florianópolis já anunciou o objetivo de completar as metas para ser uma cidade sem lixo até 2020. 

Vamos fazer nossa parte para que todo o país se engaje na ideia do Lixo Zero?

Listamos algumas iniciativas pra gente se inspirar:
    •    #Imnotplastic – Já pensou em trocar a embalagem plástica por uma com base de mandioca? Sim, isso é possível. A Avanieco é uma empresa da Indonésia que inventou produtos a base de mandioca que se dissolvem na água! 
    •     Essa é fácil, vai: alguns supermercados da Tailândia trocaram embalagens de plástico por folha de bananeira, além de práticas, são eficientes e suportam variações de temperaturas. 
    •    #MovimentoGreenk – Que tal descartar seu lixo eletrônico em um local adequado e ainda fazer o bem para a sociedade? Nós, do Movimento Greenk, conscientizamos e mobilizamos as pessoas a descartar corretamente seu lixo eletrônico. Contamos com parceiros que transformam esse material em equipamentos remanufaturados (novos computadores) e em matéria-prima para a indústria, reduzindo assim a extração desses materiais da natureza. 

Veja aqui os pontos de coleta de lixo eletrônico que disponibilizamos, em parceria com o Principado de Mônaco, nos parques da cidade de São Paulo. 

Se você mora em outra cidade, informe-se na sua prefeitura onde descartar corretamente seu lixo eletrônico.

Você deve estar logado para publicar um comentário.