Pop

Duolingo lança curso para idioma de Star Trek

São Paulo – O aplicativo de ensino de idiomas Duolingo lança hoje (15) um novo curso de Klingon, língua alienígena fictícia da série Star Trek. O app tem versões para Android e iPhone, mas o novo idioma só pode ser estudado–gratuitamente– no site da empresa por enquanto.

“O curso do Duolingo vai ajudar a reduzir a barreira de entrada das pessoas oferecendo a elas uma maneira simples de fazer exercícios com o idioma”, disse, em nota, Felix Malmenbeck, responsável pela criação do curso, na Suíça.

Mesmo antes do lançamento dos exercícios que podem ser feitos pelo aplicativo, os fãs da série de ficção científica já estudavam o idioma, e há até mesmo publicações em Klingon.

Algumas frases que podem ser aprendidas no site são as seguintes:

-Sucesso e honra! – Qapla’ batlh je
-Ele se chama Torg. – torgh ‘oH PongDaj’e
-Nós somos grandes, vocês são pequenos. – matln, Sumach.
-O que você quer? Fale! – nuqneH? yIjatlh!
-A língua foi levada a sério no recente Star Trek: Discovery, aumentando a conexão dela com a série.

No ano passado, o Duolingo também disponibilizou um curso para aprender um idioma de Game of Thrones.

A empresa tem mais de 200 milhões de usuários da sua plataforma de aprendizagem de línguas e foi avaliado em 700 milhões de dólares no ano passado.

Fonte: Exame

Posts Relacionados
DRONE ZONE
Lixo espacial é formado por mais de 750 mil partículas, diz ESA
‘Tinder de comida’ une interessados, mapeia e faz agendamento de doações

Comente

“Greenk informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de Greenk gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”