Tecnologia

Confira o primeiro vídeo do ‘veículo-elétrico-voador’ do fundador da Google

Você ainda deve se lembrar de quem é Larry Page, não é mesmo? Além de cofundador e ex-CEO da Google, ele é responsável pela empresa Kitty Hawk — que quer produzir carros voadores para o mercado. Nesta semana, a empresa divulgou o primeiro vídeo de um protótipo funcional disso… Ou quase disso.

Trata-se do Kitty Hawk Flyer, que funciona como um veículo voador monoposto e elétrico. Ele foi desenhado para percorrer percursos sobre as águas e não exige licenças de voo — ou seja: qualquer pessoa poderia ser o condutor. Apesar de ser imaginado como um “carro voador”, ele é considerado uma aeronave ultraleve nos Estados Unidos.

É importante dizer que a aeronave precisa ser pilotada apenas sobre as águas, pois foi criada especialmente para isso — pelo menos nessa fase de protótipo. De acordo com a própria empresa, o Kitty Hawk Flyer ainda é uma versão preliminar, mas vai estar comercialmente disponível ainda neste ano. O que ainda não se sabe é qual vai ser o valor por cada unidade do “brinquedo.”

Também ainda não foram divulgados dados técnicos de altura de voo, velocidade e outras informações semelhantes. Será que novas versões do dispositivo vão conseguir se mostrar ainda mais próximas ao que se imagina de um “carro voador”?

Fonte: Tech Mundo

Posts Relacionados
Pizza Hut lança tênis inteligente que além de pedir a pizza, pausa a TV quando o pedido chega
Nintendo Switch ultrapassa as vendas totais do Wii U em apenas nove meses
Greenk Update – Ataribox, Robô Gigante e Fab Lab (29/09/2017)

Comente

“Greenk informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de Greenk gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”