China planeja construir usina de energia solar no espaço até 2025

No espaço, a China está bolando plano para obter energia em grande escala: construir uma usina de energia solar interestelar, que orbitará a 36 mil quilômetros da Terra! O projeto de se tornar o primeiro país a colocar a tecnologia em prática foi publicado no Science and Technology Daily, site de notícias do governo chinês, voltado para novidades do setores de ciência e tecnologia.

O país afirma que já inicou suas pesquisas no espaço, sobre a solução desde o final do ano passado. A construção da base experimental da usina está prevista para ser iniciada em 2021, e sua operação vai comecar até 2025. O próximo cronograma  prevê que até 2030 essa estrutura aumente a produção em nível de megawatt. Os chineses preveem que até 2050, isso chegue aos gigawatts.

Para colocar o projeto para funcionar, a proposta dos especialistas da área é a de criar uma “fábrica espacial”. Nessa fábrica, os componentes seriam produzidos em impressoras 3D e montados com a ajuda de robôs espaciais. De acordo com o portal, esse seria o foco atual da pesquisa em andamento.

Mas tornar o plano uma realidade não é tarefa fácil nem para a China. O primeiro desafio está no peso da usina interstelar. Para se ter uma ideia, a Agência Internacional Espacial é a maior construção fora da Terra, pesando cerca de 400 toneladas. Já a produtora de energia solar, poderia chegar a dezenas de milhares de toneladas.

#GoGreenk #MovimentoGreenk #China #Tecnologia #EnergiaSolar #Inovacao

Você deve estar logado para publicar um comentário.