Greenk Redação
13 de novembro de 2017 - 17h21

 

 

 

O Deadline confirmou nessa segunda (13) que a Amazon ganhou a guerra de emissoras pelos direitos de televisão de O Senhor dos Anéis, oferecendo aos herdeiros de J.R.R. Tolkien um negócio melhor que representantes da HBO e da Netflix.

Segundo o site, um pagamento de US$ 200 milhões (R$ 659 milhões) foi feito à administração do legado de Tolkien pelos direitos de transformar a obra em uma série de TV – vale manter em mente que essa cifra não inclui quaisquer custos de produção da série em si.

 

 

A Amazon já aprovou a série para pelo menos duas temporadas. O Deadline adianta que não se trata de uma nova adaptação, mas de uma série que irá “preencher as lacunas” da história original, provavelmente do tempo passado entre O Hobbit e O Senhor dos Anéis nas obras de Tolkien.

 

 

Além disso, a Amazon deixou claro no comunicado ao Deadline que o acordo com a administração do legado de Tolkien já inclui, de cara, a possibilidade da série produzida pela empresa de streaming ganhar um spin-off.

 

 

Os filmes de O Senhor dos Anéis foram dirigidos por Peter Jackson e lançados entre 2001 e 2003.

 

 

Fonte: Observatório Do Cinema

Compartilhe

  • Temas

  • games
  • sustentabilidade
  • economia circular
  • e-lixo
  • esl
  • e-sport
  • drones
  • drone zone
  • cosplay
  • cosplaybr
  • mirante lab
  • arena do conhecimento
  • editora abril
  • palestra
  • influenciadores
  • youtube
  • greenktechshow
  • bienaldoibirapuera
  • musica
  • video
  • hit
  • desafio
  • beyou
  • terror
  • Cineclick
  • O Iluminado
  • A Autópsia
  • Os Outros
  • Silent Hill

Comente

“Greenk informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de Greenk gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”