Tecnologia

Japoneses criaram um sorvete que não derrete

Ah, o verão! Roupas mais leves, fim de semana no parque, piscina e… sorvetes melecando a mão, a roupa e tudo o mais.

Graças ao Centro de Pesquisa de Desenvolvimento de Bioterapia do Japão seus problemas acabaram! Os pesquisadores conseguiram desenvolveram por acaso, um sorvete que, mesmo exposto por mais de cinco minutos a uma temperatura de 28 ° C, continuou gelado.

Como é clássico na ciência, a descoberta foi feita “por acidente” devido a uma outra experiência: o centro de pesquisa na cidade de Kanazawa pediu a um chefe de pastelaria que fizesse uma sobremesa usando polifenol, um líquido extraído de morangos. O resultado desagradou o cozinheiro e entregou o ouro aos pesquisadores: o creme de leite que ele estava usando “solidificou instantaneamente” quando o polifenol de morango foi adicionado.

O líquido de polifenol tem propriedades que dificultam a separação da água e do óleo, de modo que um sorvete que o contém pode manter a forma original do creme por mais tempo do que o habitual e ser difícil de derreter”, disse Tomihisa Ota, professor emérito de farmácia da Universidade de Kanazawa, que desenvolveu o tal sorvete inderretível.

O próprio centro de pesquisa então trabalhou na fabricação do produto, que já está sendo distribuído, vendido e bem recebido em lojas de todo o país, ao custo de 500 ienes, cerca de R$14 reais cada.

Abaixo um vídeo da criação que demonstra o produto mantendo a forma fora da refrigeração por três (três!!!) horas:

Fonte: B9

Posts Relacionados
Heinz cria “posts comestíveis” no Instagram
NASA vai transmitir eclipse solar ao vivo pelo Facebook e Twitter
5 trilhões de fotos por segundo: conheça câmera mais rápida do mundo

Comente

“Greenk informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de Greenk gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”