Greenk Redação
20 de abril de 2017 - 9h44

Desde 2015, as estatísticas de trabalho apontam para um crescimento da economia informal e do empreendedorismo em São Paulo. Culpa da crise econômica, mas também da emergência de um novo modelo de profissional.

 

 

Jovens da geração Y, que começam a se apegar menos ao escritório e criam o próprio negócio ou vivem de free-lancers, têm feito com que o termo home office deixe de ser jargão empresarial para virar rotina.

 

 

Nesse contexto, sobrou (no bom sentido) para locais como cafés e bibliotecas: com ambiente agradável, muitas vezes silencioso, e acesso à internet, têm virado escritório e sala de reunião.

 

 

O “Guia” percorreu todas as regiões da cidade e descobriu 21 endereços que, à primeira vista, não serviriam para trabalhar —mas que são, sim, boas opções para quem procura um escritório diferente, mais agradável, confortável e com um cafezinho bem passado à disposição.

 

 

Eles incluem algumas bibliotecas municipais, que, como parte de um programa da prefeitura, têm ganhado internet wi-fi. Separe seu notebook e mãos à obra.

 

 

REGIÃO CENTRAL

 

 

Google Space – Campus SP

 

 

Wi-fi: grátis | Café: R$ 4

 

 

Ambiente do Google Space, na região do Paraíso; local tem dois andares abertos para o público

 

 

A iniciativa para hospedar start-ups também tem dois andares abertos para o público basta fazer um cadastro; para empresas, há um processo seletivo. O espaço faz jus à fama que envolve o ambiente de trabalho da empresa de tecnologia: mesa de jogos, terraço, wi-fi potente, cabine de silêncio e programação de palestras. Conheça a programação em campus.co/sao-paulo.

 

 

R. Cel. Oscar Porto, 70, Paraíso, s/ tel. 

 

 

Biblioteca Mário de Andrade

 

 

Wi-fi: grátis | Café: não tem

 

 

A Biblioteca Mário de Andrade, na região central, funciona 24 horas

 

 

 

Na tarde do último sábado (8), mesas ocupadas por estudantes, reuniões e grupos de trabalho deixaram o barulho do lugar inusualmente alto para o padrão de uma biblioteca —fones de ouvido são uma opção para abafar o som. Como o local é aberto 24 horas, visitas em horários “alternativos” podem valer a pena.

 

 

R. da Consolação, 94, Consolação, tel. 3775-0002

 

 

Urbe Café Bar

 

 

Wi-fi: grátis | Café: 6

 

 

 

Na região do Baixo Augusta, o café é opção para quem precisa trabalhar até tarde: fecha depois da meia-noite (de domingo a quinta) e às 3h (às sextas e sábados). Leve fones de ouvido caso escolha visitar a casa nesses períodos, quando o local serve drinques e ganha clima de happy hour.

 

 

 

R. Antônio Carlos, 404, Consolação, tel. 3262-3943

 

 

Coworking Spaces Fiap

 

 

Wi-fi: grátis | Café: R$ 5

 

 

Pessoas trabalham no espaço de coworking da FIAP, na avenida Paulista

 

 

A faculdade transformou em coworking um salão de sua unidade na av. Paulista. É preciso agendar a visita (fiap.com.br/coworking) com pelo menos dois dias de antecedência. O espaço dá preferência a jovens empreendedores na área de tecnologia.

 

 

Av. Paulista, 1.106, 7º andar, tel. 3385-8010

 

 

Centro Cultural São Paulo

Wi-fi: grátis | Café: R$ 4

Centro Cultural São Paulo tem wi-fi grátis e espaços tranquilos

 

 

As mesas do CCSP costumam receber estudantes, free-lancers e grupos de discussão que usam a internet gratuita do local para executar seus trabalhos. A conexão é boa para navegação simples, mas fica lenta para ver vídeos, fazer downloads e enviar arquivos mais pesados.

 

 

R. Vergueiro, 1.000, Paraíso, tel. 3397-4002

 

 

REGIÃO OESTE

 

 

Biblioteca Parque Villa-Lobos

 

 

Wi-fi: grátis | Café: R$ 4

 

 

Ambiente da Biblioteca Parque Villa-Lobos

 

 

Em uma área de 4.000 metros quadrados dentro do parque Villa-Lobos, oferece internet gratuita, além de atividades como shows, cursos e oficinas. O ambiente é dividido em dois pisos, adulto e infantil. Para trabalhar, prefira a “área do silêncio”, mais tranquila. Boa notícia para quem não tem notebook: há 75 computadores para uso do público.

 

 

Av. Queiroz Filho, 1.205, Vila Hamburguesa, tel. 3024-2500

 

Aro 27 Bike Café

 

 

Wi-fi: grátis | Café: R$ 6,50

 

 

Ciclistas formam grande parte do público do local, que reúne loja de acessórios, oficina e até vestiários. Mas também é possível fazer uma visita para tomar um café —o da casa é coado pelo próprio cliente, à mesa— e usar a internet em um ambiente calmo.

 

 

R. Eugênio de Medeiros, 445, Pinheiros, tel. 2537-1918

 

 

Quitand’arte

 

 

Wi-fi: grátis | Café: R$ 5

 

 

Recém-inaugurado, o misto de armazém e café é dedicado às comidinhas servidas com café. Nos fundos, há um amplo e iluminado salão onde é possível trabalhar ou fazer reuniões. Não deixe de provar o pão de queijo (R$ 1,50).

 

R. Joaquim Antunes, 391, Pinheiros, tel. 3061-0320

 

 

Biblioteca Alceu Amoroso Lima

 

As paredes do prédio, decoradas com versos de grandes poetas, indicam ao público o gênero que domina as prateleiras e a programação da biblioteca: a poesia. O espaço conta com wi-fi livre, além de programação com apresentações musicais, peças infantis e palestras.

 

R. Henrique Schaumann, 777, Pinheiros, tel. 3082-5023

 

 

Cafelito

 

 

No Cafelito, prefira o ambiente interno, onde o wi-fi funciona melho

 

 

Comidinhas saudáveis, café de pequenos produtores preparados em diferentes métodos e mesas comunitárias fazem com que o lugar receba free-lancers e grupos em reuniões. O café integra a unidade de Pinheiros da Brain, uma espécie de clube que abriga salas de trabalho pagas, academia, aulas de idioma e outros serviços.

 

 

Rua Francisco Leitão, 266, Pinheiros, tel. 3372-1717

 

 

Dona Vitamina

 

 

Wi-fi: grátis | Café: R$ 4

 

 

A lanchonete natureba, com decoração em tons pastel, é indicada a quem busca um local descontraído para reuniões mas no almoço a casa fica lotada; pode ser boa ideia postergar o encontro profissional. A qualquer hora dá para fazer um lanchinho saudável enquanto usa o computador.

 

 

R. Mateus Grou, 152, Pinheiros, tel. 3063-0582

 

 

Lemni Café

 

 

Wi-fi: por hora | Café: R$ 4,50

 

 

No Lemni Café, paga-se para usar o espaço: a primeira meia-hora sai por R$ 12

 

 

Um agradável sobrado abriga o café, no qual tempo, literalmente, é dinheiro. Por R$ 12, é possível, ao longo de meia hora, usar a boa conexão de wi-fi e servir-se à vontade de café e de quitutes, que ficam disponíveis para o público. A cada quinze minutos extras, a visita fica R$ 3 mais cara.

 

 

R. Simão Álvares, 781, Pinheiros, tel. 98611-7450

 

 

REGIÃO LESTE

 

 

Biblioteca Lenyra Fraccoli

 

 

Wi-fi: grátis | Café: não tem

 

 

A biblioteca infantojuvenil da Vila Manchester conta com um telecentro em que há 15 computadores com acesso à internet. Como nas outras bibliotecas municipais, o wi-fi é livre e gratuito.

 

 

Pça. Haroldo Daltro, 451, Vila Nova Manchester, tel. 2295-2295

 

 

Disjuntor

 

Fachada do Disjuntor, na rua da Mooca: bom para reuniões

 

 

Um amplo galpão abriga este espaço multifuncional, que, além de receber festas e shows à noite, tem bar, exposições e lojas de roupas e decoração. A agitação cotidiana torna as mesas comunitárias, abertas a partir das 14h, mais indicadas para reuniões descontraídas —se for trabalhar, melhor ir com fones de ouvido.

 

 

R. da Mooca, 1.747, Mooca, tel. 2291-2120

 

 

REGIÃO NORTE

 

 

Biblioteca de São Paulo

 

 

Wi-fi: grátis | Café: não tem

 

 

Biblioteca de São Paulo, no parque da Juventude

 

 

Localizada no parque do Povo, oferece wi-fi grátis, além de um espaço com 95 computadores com acesso à internet —o ambiente, como as máquinas, são divididas de acordo com a faixa etária; as destinadas aos adultos costumam ser disputadas, principalmente no período da manhã.

 

 

Av. Cruzeiro do Sul, 2.630, Santana, tel. 2089-0800

 

 

Sesc Santana

 

 

Wi-fi: grátis | Café: R$ 2,50

 

 

Ambiente do Sesc Santana, com wi-fi grátis e computadores para o público

 

 

Como os demais Sescs, a unidade de Santana tem wi-fi grátis. Em uma área de convivência o público pode trabalhar com seus notebooks, mas também há um espaço com 20 máquinas conectadas à internet —cada pessoa tem direito a dois acessos, de 50 minutos cada um, por dia.

 

 

Av. Luiz Dumont Villares, 579, Santana, tel. 2971-8700

 

 

REGIÃO SUL

 

 

Joy of The Joys

 

 

Wi-fi: grátis | Café: R$ 4

 

 

Com ambiente familiar, o misto de café e bistrô na região do Ipiranga oferece wi-fi grátis para o público. Procure se acomodar na sala do piso superior, um pouco mais tranquila. A conexão é boa para navegar na internet e ler e-mails; evite para fazer downloads.

 

 

R. Padre Marchetti, 548, Ipiranga, tel. 2306-6025

 

 

Biblioteca Roberto Santos

 

 

Wi-fi: grátis | Café: não tem

 

 

Instalada em um ponto de encontro de cinéfilos na região do Ipiranga, a biblioteca tem acervo temático sobre a sétima arte, além de integrar o circuito de salas municipais Spcine os ingressos custam até R$ 4. Desde março, conta com wi-fi grátis.

 

 

R. Cisplatina, 505, Ipiranga, tel. 2273-2390

 

 

A equipe do blog Mural selecionou dois lugares, nas regiões norte e sul da cidade, em que é possível trabalhar por dia.

 

CoWork Space

 

 

Ambiente do CoWork Space, no Jardim Japão (região norte)

 

 

O espaço foi inaugurado em agosto de 2015. Além de mesas para trabalhar e sala de reunião com projetor, telão e wi-fi, conta com um estúdio de fotografia e uma ilha de edição de vídeo. As despesas são divididas entre as empresas que ocupam o espaço, mas também é possível pagar uma diária de trabalho —seis horas com acesso à internet saem por R$ 40. Anexo ao coworking fica o Bob Bar, aberto de terça a domingo. O local oferece marmitas, com opções veganas, a partir de R$ 13.

 

 

R. Nigata, 116, Jardim Japão, região norte, tel. 2306-7976 ou 95644-6059

 

 

Centro de Mídia e Comunicação Popular M’Boi Mirim

 

 

O espaço, idealizado pelo coletivo Desenrola e Não Me Enrola, tem coworking aberto para a comunidade, minibiblioteca, estúdio audiovisual e área para palestras. Por ali são oferecidas oficinas de jornalismo para jovens da periferia.

 

 

R. Thereza Silveira de Almeida, 3, Jardim Ângela, região sul, tel. 98470-6213

 

 

Fonte: Folha de SP

 

 

 

 

 

 

 

 

Compartilhe

  • Temas

  • games
  • sustentabilidade
  • economia circular
  • e-lixo
  • esl
  • e-sport
  • drones
  • drone zone
  • cosplay
  • cosplaybr
  • mirante lab
  • arena do conhecimento
  • editora abril
  • palestra
  • influenciadores
  • youtube
  • greenktechshow
  • bienaldoibirapuera
  • musica
  • video
  • hit
  • desafio
  • beyou
  • terror
  • Cineclick
  • O Iluminado
  • A Autópsia
  • Os Outros
  • Silent Hill

Comente

“Greenk informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de Greenk gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”