Games

Conheça Hunt Showdown, game de terror do Velho Oeste fenômeno nas streams

Hunt Showdown é um game multiplayer da Crytek, a empresa responsável pela série Crysis, que te coloca em uma grande partida multiplayer – com elementos cooperativos e competitivos – e uma única missão: matar o chefão. A aventura para PC, oferecida via Steam em acesso antecipado, é de tiro em primeira pessoa e tem clima de horror. É preciso coletar pistas e tomar cuidado com outros jogadores, que seguem com o mesmo objetivo e podem te eliminar. O jogo tem crescido na comunidade de “streams”, pessoas que transmitem partidas via Internet, e por bons motivos.

 

Conheça mais:

Origens

Hunt Showdown nasceu há alguns anos, ainda em 2014, com o nome de Hunt Horrors of the Gilded Age. O título seria um derivado da série Darksiders, mas de tiro. A ideia era expandir a saga com outros personagens e cenários, mas o projeto acabou engavetado com o encerramento da co-produtora Vigil Games.

Contudo, Hunt Showdown ressurgiu em 2017, já com o novo título, além de uma nova premissa e um tema similar ao de Velho Oeste. O mais provável é que nada do original tenha se aproveitado, a não ser pela ideia de trazer um título de tiro em primeira pessoa com conceitos “inéditos” no mercado.

O que é Hunt e como funciona?

Hoje, Hunt Showdown é um título de tiro em primeira pessoa com elementos de horror. Não há uma história predefinida e todas as partidas são online, com cooperação e competição. Até cinco duplas de jogadores participam de uma rodada, que tem a missão de eliminar uma grande criatura no mapa, o chefão.

A tarefa, porém, não é tão simples. Cada dupla pode seguir seu próprio caminho, unindo-se ou matando uns aos outros. O problema é que o enorme mapa também está repleto de inimigos menores – zumbis, criaturas deformadas, animais contaminados – que vão te dar muito trabalho ao longo de cada caçada. Para isso, você também conta com uma variedade de armas de fogo, incluindo explosivos.

A sobrevivência é um ponto alto em Hunt Showdown, já que a ameaça pode vir de qualquer lado. Encontrar o chefão também não é tarefa fácil: o jogo não tem progressão linear, o que te impede de seguir o mesmo caminho sempre – até por conta do estilo de mapa, que não é tão fácil de memorizar ou lembrar.

Para encontrar o chefão, os jogadores precisam caçar pistas e elas sempre estão acompanhadas de inimigos comuns ou em locais de difícil acesso. É preciso também atualizar o mapa, coletando itens pelo caminho, para que você tenha mais dados e informações para visualizar. E, mesmo após eliminar o boss, ainda é preciso tomar cuidado com os outros participantes.

Novo, mas nem tanto

Quando usamos as aspas em “inédito”, mais acima, é por conta da jogabilidade de Hunt Showdown. O jogo é novo, mas nem tanto. Há porções de outros games aqui ou ali, como PUBG, Left 4 Dead e Bloodborne – seja em elementos de controles direto, estilo das partidas ou na estética. O que Hunt Showdown traz de novo à fórmula parece ser seu apelo à cooperação, já que você tem apenas um parceiro com quem contar.

É normal que jogos de sobrevivência, no estilo PUBG, removam ameaças naturais presentes nos mapas, como zumbis, em prol de se focar apenas no tiroteio entre jogadores. Porém, Hunt Showdown tenta dar um valor a mais para as criaturas, tornando-as realmente ameaçadoras e dignas de atenção dos participantes.

Hunt Showdown ainda não tem previsão de lançamento, mas deve ser disponibilizado no Steam com o modelo “free to play”, ou seja, gratuito para jogar. A primeira versão do game estava programada para chegar ao PS4 e Xbox One, mas esta edição tem previsão de ser lançada apenas no PC, por enquanto.

Fonte: TechTudo

Posts Relacionados
GREENK VISITA GALERA DO MIRANTE LAB
Marvel pode abandonar divisão de filmes em fases após Vingadores 4, diz Kevin Feige
Gollum cantando Garota de Ipanema é o vídeo mais precioso do dia

Comente

“Greenk informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de Greenk gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”