Conhecimento

Fotógrafo ensina como criar um jogo de Luz genial utilizando uma caixinha de Big Mac.

Alguns fotógrafos acabam apelando para o “faça você mesmo” na hora de criar ferramentas para melhorar suas fotos. Alguns ajustes na câmera ou truques fora dela, podem fazer com que as imagens fiquem com um aspecto muito profissional, utilizando uma simples ferramenta de luz.

O fotógrafo Philippe Echaroux, é muito conhecido na França por registrar imagens de celebridades. Sua popularização aumentou na internet após ele divulgar um vídeo de como fazer um jogo de luz super criativo utilizando uma caixinha de Big Mac.

No vídeo abaixo, Philippe mostra como conseguiu criar um jogo de luz utilizando elementos do McDonald’s e uma lanterna.

E antes de alguém gritar “Photoshop”, sim, ele usou as aplicações VSCO, Photoshop FIX e Lightroom Mobile para melhorar o resultado final, mas tudo foi feito em seu telefone. Sem a iluminação adequada, no entanto, seria quase impossível alcançar o resultado que obteve.

Material utilizado.

Jogo de luz na caixinha de Big Mac já montada

Posicionamento da luz diretamente no rosto das pessoas.

Abaixo você pode conferir como ficaram as fotos utilizando essa invenção artesanal dele.

Fonte: Criatives

Posts Relacionados
Ki-Suco volta ao mercado apostando na nostalgia dos 1990
Marvel pode abandonar divisão de filmes em fases após Vingadores 4, diz Kevin Feige
Edição especial de Doritos toca na embalagem trilha sonora de “Guardiões da Galáxia Vol. 2”

Comente

“Greenk informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de Greenk gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”